História

História

O Município foi criado pela Lei Provincial Nº 410, de 24 de novembro de 1871, ocorrendo a instalação em 27 de junho de 1872. Na ocasião, figurava somente com o Distrito-Sede. Sofreu reformulações administrativas, ganhando e perdendo distritos, voltando a figurar apenas com o Distrito-Sede, Santa Luzia.

De acordo com a estimativa realizada pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) no ano de 2006, sua população é de 14.730 habitantes. Área territorial de 442 km². Também conhecida como a “Veneza Paraibana”. A cidade é cercado por três açudes, por isso também é conhecida como “Cidade Ilha”. Seu calendário festivo, destaca-se o São João e a Festa da Padroeira Santa Luzia.

Relevo e Hidrografia

Localizada no rebordo ocidental do Planalto da Borborema, o município é constituído por relevo dissecado, sob forma de cristas, denominadas localmente de Serra do Cabaço, Pilãozinho, Riacho do Fogo, Porcos, Favela e Redonda, além de apresentar remanescentes da superfície de cimeira, da forma tubular, que atinge a cota de 600,0 m. O município faz parte do domínio da sub-bacia dos rios Barra e Saco, os quais deságuam no açude público de Santa Luzia, constituindo as nascentes do Quipauá, rio intermitente, de significativa importância sócio-econômica para o município, nas épocas chuvosas.

Geografia

O município está incluído na área geográfica de abrangência do semiárido brasileiro, caracterizando-se por apresentar grande irregularidade no seu regime pluviométrico, que depende das massas de ar que vêm do litoral e do oeste. Sua localização sobre a depressão do Rio Piranhas e a presença nas imediações, da Serra da Borborema, constituem as principais barreiras físicas para a existência de um clima mais ameno e para regularização do regime das chuvas. definida pelo Ministério da Integração Nacional em 2005[6]. Esta delimitação tem como critérios o índice pluviométrico, o índice de aridez e o risco de seca.

Clima

Os registros de temperatura exprimem valores que oscilam entre 25ºc e 35ºc. As Precipitações atmosfericas médias anuais da área estão em torno de 550 mm, com chuvas concentradas nos meses de janeiro a abril, havendo , nas últimas décadas, períodos de grande irregularidade no regime de chuvas em toda Seridó Ocidental.

Infra Estrutura

O acesso rodoviário, com revestimento asfáltico, ligando o município à capital do estado é feito pela BR-230 (Santa Luzia – João Pessoa). Esta mesma rodovia une a sede aos municípios de Junco do Seridó e São Mamede. A PB-221 une o município a São José do Sabugi e a PB-233 liga a cidade a Várzea, todos com revestimento asfáltico. No Terminal Rodoviário do município (José Amâncio de Lima), as empresas que prestam serviços são: Expresso Guanabara, Jardinense, Itapemirim S.A. dentre outras. Os meios de transporte de Santa Luzia são feitos através de empresas rodoviárias particulares e carros de aluguel, pois o município não dispõe de infra-estrutura para coletivos urbanos. Santa Luzia possui aproximadamente 158 ruas, das quais em torno de 30% possuem revestimento primário e 70%, pavimentação em paralelepípedos. A cidade dispõe ainda de 08 praças ajardinadas, 05 conjuntos habitacionais, 55 casas destinadas a área chagásica, utilizadas da preservação da doença de chagas, e ainda 06 loteamentos.

Segurança

A Segurança do município está fundamentada em uma Cadeia pública sob regime fechado e de segurança semi-aberto (albergue), com 05 celas, capacidade para 30 detentos, com um administrador e 04 agentes penitenciários (carcereiros). A cidade dispõe de uma Delegacia com um delegado de carreira, um escrivão, uma companhia da policia militar, ela dispõe ainda de três viaturas da SSP/PB.

Comunicação

O município conta com um atendimento de boa qualidade com relação a Comunicação; Santa Luzia possui com uma agência da empresa brasileira de Correios e Telégrafos; Na telefonia celular possui antena da TIM e claro; recebe diariamente os jornais A União e Correio da Paraíba. Os sinais de TV são emitidos de repetidoras instaladas no Monte São Sebastião e os canais retransmitidos são: Globo (TV Paraíba – Campina Grande), SBT (TV Tambaú – João Pessoa), Record, Bandeirantes, Rede Vida e Rede TV. A cidade possui ainda, a Rádio Vale do Sabugi 102.5 FM e Rádio Santa Luzia Comunitária 104.9 FM.

Saneamento Básico

O Abastecimento D’água da cidade é feito através da adutora Coremas/Sabugi. A estação de tratamento de água é do tipo convencional, composta por coagulação, floculação, decantação, filtração e cloração. Todo o processo é realizado pela Companhia de Águas e Esgotos da Paraíba (CAGEPA).A Energia Elétrica do município é atendida pela ENERGISA e conta com uma Subestação, que atende a toda demanda do município. Atualmente o município tem em seu território a instalação de Torres Eólicas.

shareCompartilhe