Notícias

Coronavírus: Prefeitura faz desinfecção em ruas e locais de grande circulação em Santa Luzia

A Prefeitura de Santa Luzia realizou operações de desinfecção de ruas, logradouros e locais de grande circulação na cidade, na última sexta-feira (27) e sábado (28). O objetivo é reduzir o risco de contaminação pelo novo coronavírus. A ação foi coordenada pela Secretaria de Municipal de Saúde (SMS), por meio das gerências de  Vigilância Sanitária e de Vigilância Epidemiológica Ambiental.  

As desinfecções são feitas com hipoclorito de sódio, conforme orientado pela Nota Técnica Nº 22 da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). O serviço é realizado por agentes integrantes da SMS, com uso de equipamentos de proteção individual (EPIs), e roupas de proteção apropriadas para não ter riscos de contaminação.

Durante os dois dias, as equipes atuaram em diferentes bairros do município, e na área central, percorrendo o entorno de postos e unidades básicas de saúde, Hospital e Maternidade Sinhá Carneiro, praças, bancos, supermercados, farmácias, Terminal Rodoviário, entre outros.

“A desinfecção biológica com o uso de hipoclorito (que possui grande ação antimicrobiana) se faz necessária em ambientes externos de serviços essenciais, como por exemplo as unidades de saúde, bancos, farmácias e supermercados, e também serviços que tiveram grande fluxo de pessoas garantindo assim mais uma forma de proteção pra população, uma vez que serviços como esses não fecham. E, é uma forma de combater a disseminação do Covid-19”, comentou a gerente de Vigilância Epidemiológica Ambiental, Murielle Magda, que acompanhou o serviço.

 

AÇÕES PREVENTIVAS

Atualmente, Santa Luzia não tem nenhum caso positivo da Covid-19. Para evitar a proliferação da doença no município, a Prefeitura determinou a execução de uma série de medidas preventivas, seguindo as determinação de autoridades sanitárias, a exemplo da Organização Mundial da Saúde (OMS), Ministério da Saúde e Secretaria de Estado da Saúde da Paraíba.

Entre elas, o prefeito José Alexandre de Araújo – Zezé decretou o estado de emergência e calamidade pública no município, para fins de contratação de serviços e aquisição de equipamentos médicos e insumos visando a prevenção em caso de agravamento da eventual situação epidemiológica do Covid-19. 

Também foram decretadas a suspensão de eventos e medidas de isolamento social, com o intuito de reduzir a aglomeração de pessoas, a exemplo da redução de horário nas repartições públicas , e as suspensões temporárias das aulas nas redes de ensino pública e privada, do funcionamento da feira livre da cidade, e das atividades de construção e instalação de parques eólicos, entre outras.
« Voltar