Notícias


Prefeitura realiza a construção de habitações populares para famílias carentes de Santa Luzia 

Prefeito Zezé e vice-prefeito Chicão visitaram o canteiro de obras, que contemplará inicialmente a edificação de nove unidades no bairro São Sebastião.

O prefeito de Santa Luzia, José Alexandre de Araújo – Zezé, visitou o canteiro de obras de novas habitações populares, nesta terça-feira (10), que estão em fase de construção no bairro São Sebastião. Ao lado do vice-prefeito Francisco Seráphico Ferraz da Nóbrega – Chicão, ele acompanhou a realização dos serviços de alicerce das futuras residências que integram a primeira etapa do programa de implantação de melhorias habitacionais para o controle da doença de chagas. 

As novas habitações estão sendo construídas na Travessa Antonio Birro (5 casas), na Travessa Luiz de França (1), na Rua Pré-escolar (2) e na Rua Projetada (1). A execução do programa é do governo municipal, através das secretarias municipais de Serviços Urbanos, Assistência Social e Saúde, em parceria com o governo federal. Os recursos investidos são oriundos da Fundação Nacional de Saúde (Funasa) e de verbas parlamentares destinadas pelo deputado federal Hugo Motta.

De acordo com o prefeito José Alexandre de Araújo – Zezé, a construção de novas habitações traz mais dignidade para famílias que se encontram em situação de vulnerabilidade social. Segundo ele, a Prefeitura de Santa Luzia contemplará em torno de 40 famílias carentes, que vivem em casas de taipa, em condições precárias, durante a realização das próximas etapas do programa.

“As secretarias de Assistência Social, Saúde e Serviços Urbanos identificaram àqueles com maior necessidade para serem contemplados nesta primeira etapa do programa. Mas, não para por aí, a nossa meta é erradicar de vez os riscos de proliferação do barbeiro, inseto transmissor da doença de chagas, e proporcionar condições mais dignas de moradia e saúde para a população. A Prefeitura Municipal está realizando um levantamento de outras famílias que estão em situação de risco. Em breve faremos o anúncio daquelas que também serão beneficiadas com novas casas”, complementou.  

ESTRUTURA

As novas habitações que estão em fase de construção seguem dois padrões pré-determinados pelo programa. A tipo 1, tem tamanho entre 33 e 37 metros quadrados, designada para até dois habitantes dentro de um mesmo conjunto familiar, composta por quarto, sala, cozinha e banheiro e área de serviço. A tipo 2, de 37 a 45 metros quadrados, tem dois quartos, sala, cozinha, banheiro e área de serviço, indicada para até quatro moradores. Os recursos investidos na construção de cada imóvel variam entre R$ 38.700,00 (tipo 1) e R$ 43.000,00 (tipo 2). 

“Trata-se de um importante programa de saúde pública, inclusão social e moradia que a Prefeitura Municipal realiza em parceria com o Governo Federal e com o apoio do deputado Hugo Motta, um verdadeiro parceiro de Santa Luzia. As construções das primeiras casas estão sendo realizadas por meio de blocos, subdivididos por três casas cada, obedecendo o aporte financeiro liberado por parte da Fundação Nacional de Saúde, parceira fundamental nesse grandioso projeto”, explicou Zezé.

NOVA REALIDADE 

Ainda de acordo com o prefeito Zezé, a construção das novas habitações também integra um rol de intervenções realizadas pelo governo municipal no bairro São Sebastião, incluindo a drenagem e a pavimentação de várias ruas da localidade, a construção de um ginásio poliesportivo, entre outras obras e ações de relevância para a comunidade.  
 
“Os moradores do bairro São Sebastião se preparam par uma nova realidade estrutural. A comunidade passará a conviver, a partir de 2020, com mais dignidade, com pavimentação e drenagem de várias ruas, com ginásio poliesportivo disponível para várias modalidades na porta de casa, com sopão funcionando todos os dias garantindo a segurança alimentar de todos, enfim, várias ações desempenhadas pelo governo municipal em benefício dos moradores daquela comunidade”, enfatizou Zezé.

 « Voltar
shareCompartilhe